As 8 maiores influenciadoras de 2017

Mulheres jovens que, graças ao Instagram e outras redes sociais, são bem-sucedidas e reconhecidas nos 5 continentes. São mulheres que diariamente nos mostram como é o futuro. Quer saber mais sobre elas e como se tornaram um fenómeno na internet?

O sucesso surge se trabalhar para ele. Todas elas lutaram pelo seu lugar e deixaram-no bem claro, são independentes e modernas. Não se importam de correr riscos para alcançar o sucesso nem de continuar a tentar até conseguirem o que pretendem. Conheça as mulheres jovens que conseguiram alcançar o seu sonho e ainda estão no topo.

Influenciadoras

Seja pelo seu estilo disruptivo ou porque vêm o mundo de uma forma diferente, estas duas influenciadoras conseguiram milhões de seguidores que não perdem pitada do seu dia-a-dia.

Alexa Chung (@alexachung)

Uma das primeiras it girls que criou um estilo único graças ao seu look hipster cheio de mocassins, laços e saias plissadas, sempre acompanhados de um toque francês, o chamado je ne sais quoi que faz as mulheres apaixonarem-se pelos looks compostos por Alexa. Capaz de se reinventar a todo o momento, ela é a fonte ideal para descobrir tudo o que se passa em termos de street fashion.

Chiara Ferragni (@chiaraferragni)

Esta estudante de Direito italiana tornou-se na mais famosa blogger do mundo em apenas 5 anos. O seu sucesso baseia-se na disciplina e graças a ela tem milhões de seguidores. Relativamente à sua equipa de trabalho, é mais como um grande grupo de amigos que a seguem para todo o lado. Ao mesmo tempo em que se divertem, partilham todos os momentos nas redes sociais. Chiara já fez colaborações com várias marcas e tem também a sua própria coleção de sapatos. Ela é o exemplo de que se gostar do que se faz, está sempre contente.

Cantoras / Compositoras

Não só cantam, compõem e atuam, criaram um look único que as torna estrelas do mundo da música.

Rita Ora (@ritaora)

Esta cantora britânica nascida no Kosovo tem uma voz única. A sua primeira tentativa de entrar no mundo da música foi em 2009, quando quis representar o seu país no Festival Eurovisão da Canção. Desistiu porque não se sentia preparada. No entanto, o ritmo fazia parte de si e nunca deixou de tentar até se tornar na cantora e atriz de hoje, magnetizando as audiências nas suas performances.

Taylor Swift (@taylorswift)

Uma compositora e cantora que fez tudo o que pôde desde criança para conquistar o seu sonho, incluindo fazer com que os seus pais se mudassem para Nashville, a terra natal do country. Nessa cidade foi rejeitada várias vezes por produtoras musicais mas nunca desistiu, até ver o seu talento reconhecido e conseguir ser capaz de criar o seu estilo próprio. Ela combina a estética tradicional americana com um ambiente moderno, doce e elegante. Impassível perante as críticas, ela segue com confiança em direção aos seus objetivos.

Atrizes

No mundo das artes desde muito jovens, elas cresceram com um smartphone como companheiro entre estúdios e salas de guarda-roupa e maquilhagem. Os seus perfis contam a história da sua vida, entre gravações de filmes, sessões fotográficas e eventos de passadeira vermelha.

Suki Waterhouse (@sukiwaterhouse)

Esta modelo britânica que parece não ter medo de nada – nem mesmo de fazer posts de fotografias em que surge com olheiras ou vídeos de si mesma a cantar a plenos pulmões no carro, quebrando todas as “regras”. Apesar de trabalhar de uma forma calma e metódica, é evidente que sabe onde se dirige.

Chloë Grace Moretz (@chloegmoretz)

Uma atriz Americana que aparece no ecrã desde os seus 7 anos e que, graças ao seu sorriso e doçura, fez com que o mundo se apaixonasse por ela – incluindo Brooklyn Beckham. O seu ativismo em causas sociais é conhecido de todos, também garças à campanha Young Hollywood Cares, que procura reunir fundos para mulheres jovens que lutam contra o cancro nos ovários. A sua determinação fez com que crescesse enquanto pessoa.

Empresárias

Inquietas e inteligentes, com muita personalidade, encontraram um mercado de nicho através da internet, com as suas ideias revolucionárias que as elevaram ao estatuto de empresárias.

Leandra Medine (@manrepeller)

Como todas as jornalistas, ela queria escrever histórias para o mundo inteiro. Assim, criou o seu blog Man Repeller, em que escreve sobre moda com um apurado sentido de humor. Rapidamente se tornou um fenómeno de popularidade, tendo ficado conhecida por criar os seus próprios estilos e falando sobre eles em partes iguais de seriedade e diversão. É esta vertente de humor que a faz destacar-se de entre tantas outras.

Rashmi Sinha (@rashmi)

Provavelmente nunca ouviu falar dela, no entanto de certeza que conhece a ferramenta SlideShare. Ela é uma neuropsicóloga que revolucionou a forma como fazemos apresentações, currículos e infografias, tornando a criação de grafismo apelativos simples mesmo para quem não tem qualquer tipo de experiência. Isto é algo de tão especial que o LinkedIn comprou a ferramenta. Este é um exemplo evidente de que o trabalho árduo compensa e que também você pode alcançar o sucesso!